UFPI concede Título Doutor “Honoris Causa” a Divaldo Franco

A Universidade Federal do Piauí (UFPI) concedeu na sexta-feira (23), o título Doutor Honoris Causa ao filantropo e espírita baiano Divaldo Pereira Franco. O título, aprovado por unanimidade pelos membros do Conselho Universitário da UFPI (CONSUN), em reunião no dia 30 de maio de 2017, foi concedido conforme a resolução Nº 023/17 – CONSUN.

DIVALDOFRANCO-H CAUSA-2.jpg

Reitor trajando as vestes talares em Divaldo Franco

O também médium e orador espírita brasileiro, Divaldo Franco, foi agraciado com o título em reconhecimento à sua trajetória e vida dedicadas à contribuição nacional e internacional em favor da paz, da causa social, da educação e do bem comum.

O Reitor da UFPI, Prof. Dr. José Arimatéia Dantas Lopes, destacou a importância da concessão do título para a Universidade. “É uma grande honra para a Universidade Federal do Piauí estar hoje concedendo este Título Doutor Honoris Causa. Parabéns Dr. Divaldo e parabéns à UFPI por receber em seus quadros de honorários a figura e a história de vida e trabalho realizado pelo Dr. Divaldo Franco”, afirmou o Magnífico Reitor.

DIVALDOFRANCO-H CAUSA-3.jpg

Reitor Prof. Dr. José Arimatéia Dantas Lopes e Vice-Reitora Prof. ª Dr.ª Nadir do Nascimento Nogueira

Para a Profa. Dra. Kátia Marabuco de Souza, proponente do pedido do título ao CONSUN, a aprovação por unanimidade prova a relevância do trabalho social realizado por Divaldo Franco. Em seu discurso afirmou: “Divaldo é uma pessoa, que, para nós espíritas e para o mundo, é muito essencial, pois teve uma vida dedicada à causa do próximo. Aos 17 anos ele começou essa jornada. São 70 anos em que ele abdica de sua vida pessoal para dedicar-se ao próximo e ao trabalho missionário”.

MARABUCO.jpg

Prof.ª Dr.ª Kátia Marabuco

Segundo Divaldo Franco, o título concedido pela UFPI foi recebido com muita honra, apesar de não considerar-se merecedor de tal homenagem. “À medida que se passaram os dias deixei-me arrebatar pela emotividade, ensejando-me de coragem para honrar até o fim, nas últimas páginas da minha vida biológica, aquilo que abracei na juventude como ideal máximo da existência. Essa emoção, particularmente nos últimos dias, tem me levado a um estado de gratidão e de respeito pela nobre Universidade Federal do Piauí”, destacou.

DIVALDOFRANCO-H CAUSA.jpg

Divaldo Pereira Franco

Confira mais fotos:

DIVALDOFRANCO-H CAUSA-7.jpg

DIVALDOFRANCO-H CAUSA-6.jpg

DIVALDOFRANCO-H CAUSA-5.jpg

DIVALDOFRANCO-H CAUSA-4.jpg

 

Fonte: UFPI