artur@elefante011.com|Envie uma mensagem|Saiba mais



Blog de Pense Grande

Por mais Zé Pequenos em Parnaíba

Recentemente um polêmico quadro do Programa Pânico na Band vem ganhando repercussão nacional. Antes de qualquer coisa, não quero entrar nos méritos a respeito da qualidade do programa ou se tem algo a agregar nas reflexões cotidianas. Cada um consome o que bem lhe entender e serás muito bem moldado por aquilo que absorve.

O pescador Parnaibano e o Americano bem sucedido

Eis que surge, após um longo hiato, Zé Pitomba, chegando pelas águas do lado manso da Pedra do Sal, em sua canoa batizada com nome de "Divórcio". Ali, em direção ao Bar do Breno, encontra no meio do caminho um forasteiro com sotaque gringo, era Michael, um americano bem sucedido recém chegado de New Hempshire para curtir suas férias nas praias paradisíacas do país tropical.

Lições da Chape

Hoje o mundo acordou mais triste, não só o do futebol, mas um mundo onde todos sentiram a verdadeira essência de ser humano.

Me senti no dever de escrever, tal qual uma reflexão ou talvez como um desabafo, em total respeito e ressignificação própria. Quando falo a respeito de Pensar Grande, falo de uma forma para realmente colocarmos nossos sentimentos a frente de um propósito maior.

A vida do outro parte II

"Nem nos damos conta do quanto é bom ter com quem contar. Às vezes já começamos o dia pedindo uma mãozinha, procurando alguém pela casa para ajudar a encontrar, por exemplo, a chave do carro escondida debaixo do tapete do juízo".

Parabéns Piauí, aqui boi não lambe

Piauí, meu sonho sempre foi estar aqui. Terra cheia de Seriguela, Caju e Cajá. Adoro Acerola. Juca Chaves pedia para voltar. Piauí tem Carangueijo, Arraia e Serigado. Tem Sarah, tem medalha e tocha Olímpica. B R O Bró, só que é daqui sabe o que é calor da moléstia. "Impossível envergonhar-me de ser homem", assim disse Torquato, cabra do Piauí. Aqui tem Atalaia e Itaqui, Tamarindo e Murici.

Parabéns Piauí, aqui boi não lambe

Piauí, meu sonho sempre foi estar aqui. Terra cheia de Seriguela, Caju e Cajá. Adoro Acerola. Juca Chaves pedia para voltar. Piauí tem Carangueijo, Arraia e Serigado. Tem Sarah, tem medalha e tocha Olímpica. B R O Bró, só que é daqui sabe o que é calor da moléstia. "Impossível envergonhar-me de ser homem", assim disse Torquato, cabra do Piauí. Aqui tem Atalaia e Itaqui, Tamarindo e Murici.

Sobre resultados: participação, maturidade e paciência

Sabe aquela expectativa por resultados? Pode ficar tranquilo que esse sintoma atinge grande parte dos empreendedores e profissionais que carregam o peso das cobranças nas costas. Felizmente estamos em um mundo onde temos novos parâmetros para nos inspirarmos e um mar de soluções para explorarmos.

A confortável zona de desconforto

Um tanto quanto ambígua, porém de real intenção para provocar uma reflexão. Como assim uma confortável zona de desconforto? A capacidade produtiva humana, ilimitada independente das limitações é a prova que somos mais do que meros coletores e produtores de resíduos. Infinita é a força daquele que acredita na luta diária.

Como Eventos podem transformar Parnaíba

Mexer com eventos é para quem tem coragem e liderança. Iniciativas como essas não são nada fáceis, porém, sempre tem aquele sabor agradável das conquistas quando a operação sai dentro do planejado. Melhor ainda quando temos surpresas positivas.

Invisibilidade e a importância dos detalhes no amadurecimento

Insanidade é continuar fazendo sempre a mesma coisa e esperar resultados diferentes. Essa frase extremamente atual foi dita por, nada mais, nada menos que, Albert Einstein. Mudança é a palavra. Mudança de mentalidade, personalidade e principalmente atitude. Parnaíba, em constante crescimento, vive a oxigenação de um processo já viciado.