Moraes Souza Filho é o governador do Piauí por dez dias

Foto: Proparnaiba.com

O governador Wilson Martins (PSB) transmitiu o cargo ao vice Antônio José de Moraes Souza Filho (PMDB) na noite desta quinta-feira (22), na residência oficial, zona Leste de Teresina.

Em tom bem humorado, Martins se licenciou para uma viagem de 10 dias pelos Estados Unidos, onde conhecerá projetos das áreas de segurança e saúde.

Fotos/Thiago Amaral 

Após a leitura da mensagem, feita pelo coordenador estadual de comunicação, Fenelon Rocha, Wilson Martins foi assinar o termo de transmissão do cargo, mas a caneta falhou. "Faltou tinta? Não é possível", disse o governador. O vice quis ajudar. "Tem uma caneta cheia aqui", ofereceu Moraes Sousa Filho. O governador insistiu até que a sua funcionasse.

Assinado o termo, Wilson Martins abraçou Zé Filho e brincou. "Comece a exercitar. Vá cuidar da vida. E também vai ter que assinar muito documento".

Participaram da solenidade o secretário de Governo, Wilson Brandão, de Desenvolvimento Rural, Rubem Martins, de Desenvolvimento Econômico, Warton Santos, e outros gestores da equipe de governo, que se reuniram em seguida a portas fechadas.

Em entrevista após o encontro, Wilson Martins disse que as últimas recomendações dizem respeito às finanças do Estado e o fechamento das contas do ano, que foi de crise financeira. "O Zé Filho já é bem orientado. Ele já tem experiência de gestão pública tanto no movimento sindical como na Federação das Indústrias do Piauí e é um companheiro. Na realidade, passei pontos mais recentes, que é o fechamento das contas", disse o governador, que fez elogios ao colega. "Ele é um vice que não enche o saco". 

 

Viagem

Wilson Martins vai visitar a maior rede de saúde da cidade de Miami. Depois, conhecerá experiências de polícia comunitária em Los Angeles e São Francisco. O trajeto entre as duas cidades da Califórnia ele pretende fazer de carro. O retorno do governador está previsto para 3 de janeiro.

Na Flórida, o governador disse que irá "conhecer um sistema mais moderno de gestão pública na rede hospitalar", além de sistemas de informatização e para medicamentos, principalmente no que diz respeito à aquisição e distribuição.

Yala Sena e Fábio Lima/Cidade Verde.

Edição e foto principal: Proparnaiba.com