Pesquisa: Florentino, Mão Santa e Joãozinho estão empatados

A eleição para a Prefeitura de Parnaíba a seis meses do pleito, está indefinida com os três principais pré-candidatos a prefeito tecnicamente empatados. Veja os números da pesquisa do Instituto Amostragem publicados no Meio Norte:

Quem lidera a disputa é o pré-candidato do PDT à Prefeitura de Parnaíba, Joãozinho da Unimagem, que tem 25,67% das intenções de voto estimuladas (quando o entrevistador apresenta os nomes dos pré-candidatos ao eleitor para ele apontar em quem pretende votar); empatado com o pré-candidato do PSC, o ex-governador Francisco de Assis de Moraes Souza, o Mão Santa, que tem 24,33% das manifestações de voto estimuladas; e com o vice-prefeito da cidade, Florentino (PT), que tem 22,67% das intenções de voto, e o apoio do prefeito do município, José Hamilton Castelo Branco (PTB), que está concluindo seu segundo mandato no cargo.

Em seguida vem o pré-candidato do PSDB à Prefeitura de Parnaíba, Tererê, com 10,67% das intenções de voto estimuladas; o pré-candidato do PMDB, médico Paulo Lages, com 6,33% das manifestações de voto ; e Francisco Gomes (PC do B), com 1% das manifestações de voto para prefeito.

6% dos eleitores afirmam que vão anular seus votos ou votar em branco e 3,33% declararam que são sabem em que votar para prefeito ou não querem opinar sobre as intenções de voto na disputa pela Prefeitura de Parnaíba.

As intenções de voto para a Prefeitura de Parnaíba foram pesquisadas durante os dias 17 e 18 de março com 300 eleitores com idade a partir dos 16 anos nas zonas urbana e rural do município pelo Instituto Piauiense de Opinião Pública – Amostragem, por encomenda do Sistema Integrado de Comunicação Meio Norte.

O presidente do Instituto Amostragem, João Batista Teles, informou que a margem de erro da pesquisa é de até 5,54% para mais ou para menos. A pesquisa foi registrada no TRE (Tribunal Regional Eleitoral) do Piauí, com o protocolo de número PI 00014/2012, no dia 16 de março. A pesquisa foi feita de forma não aleatória por cotas de sexo, faixa-etária, grau de instrução, classe de renda, zona (urbana, rural), bairros e povoados.

As entrevistas foram domiciliares e individuais. Foram pesquisados os seguintes bairros: Centro, Rodoviária, Alto Santa Maria, Rosápolis, Santa Luzia, São Francisco da Guarita, São José, São Judas Tadeu, Catanduvas, São Vicente de Paula, Ilha Grande de Santa Isabel, Sabiazal, Fátima, Cantagalo, Fazendinha, Bebedouro, São Francisco, Broder Ville, Conjunto Joaz Sousa, Rua Frei Higino, Betânia, Esperança III, Nova Esperança, Do Carmo, Tabuleiro, Campos, Ceará, Esperança I,II, Dirceu Arcoverde, Mendonça Clarck, João XXIII, Nova Parnaíba, Piauí, Pindorama, Reis Veloso, Jardim das Acácias e os povoados: Baixa da Carnaúba / KM 16, Lagoa da Prata, Portinho, São José / Céu, Rancharia.

Empate persiste quando a disputa é só entre 3

A pesquisa Instituto Amostragem – Sistema Integrado de Comunicação Meio Norte fez o levantamento das intenções de voto dos eleitores de Parnaíba estabelecendo vários cenários.

Em um dos cenários prevalece o empate entre os pré-candidatos Joãozinho da Unimagem, com 30,67% das intenções de voto estimuladas ; Mão Santa, com 29,33% das intenções de voto; e Florentino, com 29% das manifestações de voto.

Neste cenário, 8% dos eleitores pretendem votar em branco ou anular seus votos e 3% não sabem ou não querem opinar. Em uma hipotética disputa exclusiva entre Mão Santa e Florentino, o ex-governador venceria com 43,33%, com o vice-prefeito de Parnaíba ficando com 37,67%.

14,67% dos eleitores afirmaram que votariam nulo ou em branco e 4,33% não sabem ou não querem opinar sobre essa possibilidade. (E.R.)

Tererê e Mão Santa lideram rejeição em Parnaíba

O pré-candidato do PSDB à Prefeitura de Parnaíba (345 km de Teresina) , Tererê, tem o maior índice de rejeição entre os que disputam o cargo de prefeito. Ele tem índice de rejeição dos eleitores de 28,67%, segundo pelo ex-governador Mão Santa, que tem índice de 27,67%.

Florentino tem a rejeição de 20,33% dos eleitores; Francisco Gomes tem rejeição de 15% dos eleitores; e Paulo Lages tem índice de rejeição de 14,33%

Joãozinho da Unimagem tem o menor índice de rejeição dos eleitores entre os pré-candidatos a prefeito de Parnaíba, o de 7%. 6,67% dos eleitores não rejeitam ninguém.

9,33% dos eleitores não sabem ou não querem opinar e 2,67% querem votar em branco ou anular seus votos. (E.R.)

Empate também persiste na espontânea em Parnaíba

Na pesquisa de intenções de voto espontâneas (quando o entrevistador pergunta ao eleitor em quem ele vai votar sem oferecer os nomes dos pré-candidatos) feita pelo Instituto Amostragem e Sistema Integrado de Comunicação Meio Norte, aparecem empatados Mão Santa, neste caso na frente com 13%; seguido de Florentino, com 12,33%; e Joãozinho da Unimagem, com 10,67%. Tererê aparece com 4,33% na pesquisa de intenções de voto espontâneas.

Paulo Lages aparece com 1%; a deputada estadual Juliana de Moraes Souza, com 0,67%, mesmo índice de intenções de voto do Professor Iweltman. Aparecem com 0,33% das intenções de voto espontâneas Adalgisa de Moraes Souza, mulher de Mão Santa; Geraldinho; o senador Wellington Dias (PT); Ceará; e o vereador Carlston Pessoa.

O prefeito de Parnaíba, José Hamilton Castelo Branco tem 5% das intenções de voto espontânea, mas ele não pode disputar o cargo por ter sido reeleito em 2008.

Na pesquisa de intenções de voto espontânea, 42,67% dos eleitores afirmaram não saber em quem votar ou não opinaram; e 8% afirmaram que não querem votar em nenhum candidato, pretendem anular ou votar em branco. (E.R.)

José Hamilton tem capacidade de transferência de votos em 34,67%

A pesquisa Instituto Amostragem – Sistema Integrado de Comunicação Meio Norte quis saber o poder de transferência de votos do prefeito de Parnaíba, José Hamilton Castelo Branco, do PTB.

O seu poder de transferência de votos é de 34,67%. Este é o percentual de eleitores que afirmam aumentar sua intenção de voto ao candidato que tem o apoio de José Hamilton.

Para 36,33% dos eleitores de Parnaíba o apoio de José Hamilton Castelo Branco a um candidato não muda sua intenção de voto.

Na opinião de 22% dos eleitores o apoio de José Hamilton diminui sua intenção de votar no candidato. 7% dos eleitores não souberam opinar ou não quiseram apinar sobre o poder de transferência de votos de José Hamilton. (E.R.)

Fonte: Meio Norte.

Edição e fotos: Proparnaiba.com