Médico demitido fez denúncia contra Maternidade, diz Mirocles

Imagem: Daniel Saturnino/Proparnaiba.com

O diretor geral da Sociedade de Proteção a Maternidade e Infância de Parnaíba, Mirocles Veras Neto, apresentou nesta segunda-feira (04) sua versão para denúncia de que o Ministério Público estaria investigando a prática de irregularidades na aplicação de recursos públicos.

Segundo ele, a instituição que compreende a Maternidade Dr. Marques Bastos e o Hospital Infantil Dr. Mirocles Veras em nenhum momento faltou com informação. “O Ministério da Saúde é que não prestou os esclarecimentos devidos, não sei dizer o porquê”, afirmou.

Ainda de acordo com o diretor, a investigação se baseia na denúncia, por retaliação, feita por um médico demitido há cerca de 20 anos. “Por falta de ética, o anestesista chegou a ser condenado civil e criminalmente e acabou se mudando de Parnaíba”, disse.

Mirocles ressalta ainda que o hospital é reconhecido nas esferas municipal, estadual e federal como entidade filantrópica e para tanto possui toda a certificação exigida por Lei. “Ele (o médico denunciante) quer dizer que não é filantrópico, e sim público”, complementa.

“Estamos há 73 anos prestando um serviço na área social e hoje 85% dos procedimentos são feitos pelo SUS. Trata-se de uma questão pessoal sem fundamento”, complementa o diretor, que também é presidente da ZPE de Parnaíba e coordenador estadual do PAC no Piauí.

Daniel Saturnino para o Proparnaiba.com

CURTA TAMBÉM NOSSA FAN PAGE: http://www.facebook.com/portalproparnaiba