Parnaíba deve receber R$ 300 milhões da repatriação

O deputado federal Heráclito Fortes (PSB-PI) concedeu entrevista quando esteve no litoral do Piauí no último final de semana. Avaliando no ano de 2016, o parlamentar considerou de “instabilidade e insegurança política”, por conta da troca de presidentes e de escândalos de corrupção investigados através da operação Lava Jato.

No entanto, Heráclito fez questão de ressaltar que houveram muitas votações positivas para o Brasil. “A insegurança é compreensível, pois vivemos em um momento onde as informações são passadas seletivamente. Através das redes sociais, existe uma sensação de que determinada medida do Governo é contra o povo, mas na verdade é parar reparar erros anteriores”, disse.

“É bom reconhecer que o Michel Temer praticou uma justiça muito grande com a distribuição dos recursos da repatriação, coisa que os outros não faziam. O Piauí está ganhando quase R$ 1 bilhão e Parnaíba deve receber cerca de R$ 300 milhões, o que é um número razoável”, afirmou o deputado, ao ponderar, no entanto, que o alivio financeiro deve ser apenas momentâneo.

Sobre a conhecida postura de oposição ao PT, Heráclito Fortes pontuou: “Sou um tradicional adversário do PT, mas em Parnaíba fui apoiado por vereadores do lado do prefeito Florentino Neto, que é uma pessoa correta e afável. Não subi em palanque em Parnaíba, apenas torci para cada um dos vereadores que me apoiaram, aos quais eu sou muito grato”.

Ainda no que diz respeito à Parnaíba, o deputado lembrou de uma emenda de sua autoria no valor de R$ 40 milhões para urbanização. “Espero que este dinheiro seja liberado o quanto antes. Sou amigo do Mão Santa, convivi oito anos com ele no Senado. Minha prioridade agora será a ZPE de Parnaíba”, comentou a respeito da relação com o prefeito eleito.

Heráclito falou ainda sobre a citação de seu nome na delação premiada de um dos executivos da Odebrecht no âmbito da Lava Jato. “Recebi sim a doação, foram R$ 100 mil em 2010 e mais R$ 100 mil em 2014. Todo o dinheiro foi declarado e não houve nenhuma contrapartida por isso”, finalizou o deputado federal, ao dizer que vai aguardar o desenrolar dos fatos.

Portalcostanorte.com
Edição: Proparnaiba.com

Por: redacao