Formulado pedido Concurso IBAMA 2017/2018 nível médio e superior

Cresce a expectativa de realização do concurso do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Concurso IBAMA 2017/2018). E os concurseiros podem se animar, já que, por meio de sua assessoria de imprensa, o órgão informou que já encaminhou ao Ministério do Meio Ambiente (MMA) o pedido de realização do concurso com 1.529 vagas. Agora, cabe ao órgão reenviar a solicitação ao Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MPOG) até o dia 31 de maio.

O pedido de concurso será enviado até o dia 31 de maio. De acordo com o Instituto, o concurso poderá sair em breve se a proposta for incluída na Lei Orçamentária de 2018. Ainda de acordo com o Ministério, o quantitativo de vagas não cria uma nova estrutura, apenas será para repor o quadro de servidores, desfalcado com pedidos de exoneração e aposentadoria.

Para o concurso IBAMA 2017 serão solicitadas oportunidades para os cargos de Analista Administrativo (180 vagas), Analista Ambiental (500 vagas) e 849 vagas para todos os cargos, entre eles os que têm requisito de nível médio, com intuito de convocação de forma escalonada ao longo dos três próximos anos. Apesar do órgão não informar a distribuição das 849 vagas, a assessoria de comunicação confirmou que boa parte das oportunidades serão destinadas as funções de técnico administrativo e técnico ambiental, com salário de R$3.712,72, já incluso auxílio-alimentação.

Os salários de analista chegam a R$ 7.675,45, além do auxílio-alimentação no valor de R$458,00. A expectativa é que o órgão reforce o pedido para o mesmo número de vagas e cargos.

O concurso do IBAMA 2017 é de extrema importância, conforme informou o diretor da Associação Nacional dos Servidores Ambientais (Ascema Nacional) Emerson Luiz. “Há uma defasagem muito grande, principalmente em razão das aposentadorias de servidores que estão deixando o órgão com receio da reforma da previdência. Fora que ainda tem muitos que já tem as condições necessárias”, disse.

Requisitos para concorrer ao cargo de Analista Administrativo: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação de nível superior, fornecido por instituição de ensino reconhecida pelo Ministério da Educação, e registro no órgão de classe específico, quando for o caso.

O que faz um Analista Administrativo? São atribuições do cargo de Analista Administrativo o exercício de todas as atividades administrativas e logísticas relativas ao exercício das competências constitucionais e legais a cargo do IBAMA, fazendo uso de todos os equipamentos e recursos disponíveis para a consecução dessas atividades. A jornada de trabalho é de 40 horas semanais.

De acordo com o último edital publicado, as oportunidades foram destinadas aos cargos de Acre, Alagoas, Amapá, Bahia, Ceará, Distrito Federal, Espírito Santo, Goiás, Mato Grosso do Sul, Pará, Paraíba, Paraná, Piauí, Rio de Janeiro, Rondônia, Roraima, Santa Catarina, São Paulo e Tocantins.

Requisitos para concorrer ao cargo de Analista Ambiental: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação de nível superior, fornecido por instituição de ensino reconhecida pelo Ministério da Educação, e registro no órgão de classe específico, quando for o caso.

O que faz um Analista Ambiental? planejamento ambiental, organizacional e estratégico afeto à execução das políticas nacionais de meio ambiente formuladas no âmbito da União, em especial as que se relacionam com as seguintes atividades; regulação, controle, fiscalização, licenciamento e auditoria ambiental; monitoramento ambiental; gestão, proteção e controle da qualidade ambiental; ordenamento dos recursos florestais e pesqueiros; conservação dos ecossistemas e das espécies neles inseridas, incluindo seu manejo e proteção; e estímulo e difusão de tecnologias, informação e execução de programas de educação ambiental. A jornada de trabalho é de 40 horas semanais.

Conforme o último edital publicado, as vagas do concurso IBAMA foram para o Acre, Alagoas, Amapá, Bahia, Ceará, Distrito Federal, Espírito Santo, Goiás, Mato Grosso do Sul, Pará, Paraíba, Paraná, Piauí, Rio de Janeiro, Rondônia, Roraima, Santa Catarina, São Paulo e Tocantins.

Os últimos editais publicados contaram sob organização do Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos, mais conhecido como Cespe/Unb. A expectativa é que os novos editais sejam publicados pela mesma empresa, tendo papel de receber a Inscrição, assim como aplicar as provas do concurso IBAMA.

As matérias cobradas no cargo de Analista Administrativo (de acordo com o último edital), foram as de Língua Portuguesa, Informática, Matemática, Raciocínio Lógico, Atualidades, Noções de Direito Constitucional, Noções de Direito Administrativo, Legislação do setor de meio ambiente, Administração Geral e Pública, Administração Orçamentária, Financeira e Orçamento Público, Gestão de Pessoas e Administração de Recursos Materiais.

Já para Analista Ambiental, também de acordo com o último edital, foram as de Língua Portuguesa, Atualidades, Ética no Serviço Público, Noções de Direito Constitucional, Noções de Direito Administrativo, Legislação do setor de meio ambiente, além de conhecimentos específicos, separados por temas.

Por fim, para Técnico Administrativo são cobrados conhecimentos de Língua Portuguesa, Noções de Informática, Atualidades, Matemática, Ética no Serviço Público, Noções de Direito Constitucional, Direito Administrativo, Legislação do Setor de Meio Ambiente, Noções de Administração, Noções de Gestão de Pessoas e Noções de Arquivologia.

Os conteúdos, conforme visto, são grandes, o que exigem uma preparação antecipada e adequada por parte do candidato.

 

Fonte: Informaconcursos

Edição: Proparnaiba.com

Por: redacao