Embrapa abre inscrições para o Hackathon Universitário

Se você tem uma ideia interessante sobre aplicativos móveis e programas de computador e quer colocar em prática, a hora é essa. Começaram na segunda-feira,  dia 31 de julho, as inscrições para o Hackathon Acadêmico Embrapa Nacional. 

O hackathon é uma maratona para o desenvolvimento de  soluções em tecnologia da informação com resultados de pesquisas da Embrapa. Podem participar estudantes de nível médio, técnico e universitários, além de pessoas que tenham concluído os estudos há três anos. As inscrições podem ser feitas até o dia 13 de setembro, no endereço eletrônico www.embrapa.br/hackathon.

O trabalho dos participantes será a aplicação de conhecimentos teóricos para transformar as informações da pesquisa agropecuária em soluções nas áreas de desenvolvimento de sistemas, aplicativos móveis, aprendizado de máquina, automação, sensores e análise de dados, todas com foco na inovação tecnológica. O objetivo maior é auxiliar técnicos e produtores na tomada de decisões para a sustentabilidade da agricultura e  pecuária, beneficiando a sociedade.

Na etapa do concurso no Estado do Piauí, coordenada pela Embrapa Meio-Norte, o tema é Feijão-caupi: manejo sustentável e mercado garantido. O feijão-caupi, também conhecido como feijão-de-corda ou feijão macassar (Vigna unguiculata), no Nordeste brasileiro,  continua sendo uma das mais importantes fontes de proteínas nas regiões tropicais e subtropicais no mundo.

Ele é estratégico na segurança alimentar, gerando emprego e renda, principalmente no Nordeste brasileiro.  A cultura vem também ganhando força e destaque na produção agrícola das regiões Norte e Centro-Oeste do País. As cultivares de feijão-caupi desenvolvidas pela Embrapa Meio-‘Norte ocupam hoje cerca de 30 por cento da área cultivada com essa espécie.

Além da Embrapa Meio-Norte, vão participar da maratona as Unidades Amazônia Oriental (Belém, PA), Roraima (Boa Vista, RR), Informação Tecnológica (Brasília, DF), Solos (UEP/Recife/PE) e Agrobiologia (Seropédica, RJ).

 

Embrapa