Cuidar da água é cuidar da saúde

Você já deve ter ouvido falar que sem água não sobrevivemos muitos dias. O total existente de água no corpo é de 75% na infância e mais da metade do corpo é água na vida adulta. Logo, não espere sentir sede para entender que o seu corpo precisa de água e a ingestão dela é fundamental para o equilíbrio do organismo. Além disso, a água é uma substância extremamente importante para a manutenção da vida no planeta. Ela faz parte do corpo de todos os organismos vivos, transporta substâncias, garante a realização de diversas reações químicas, além de ser considerada um solvente universal em virtude de sua capacidade de dissolver outros compostos químicos.

Por isso, é importante que todos tenham a conscientização da importância da água para facilitar a sua conservação, proteção, desenvolvimento, planejamento, gestão e uso eficiente, em todas as dimensões, com base na sustentabilidade ambiental, para o benefício de toda a vida na terra.

O Brasil tem 13% de toda a água do mundo e abriga 3% da população da Terra.

De acordo com dados da Organização Mundial da Saúde (OMS), todos os anos, 760 mil crianças menores de cinco anos morrem por causa de diarreia, provocada pelo consumo de água sem tratamento. Diante desse cenário, o Fórum abordará o modelo de desenvolvimento vigente que impõe ao ambiente urbano graves consequências, como aceleração do crescimento das cidades, poluição da água, do ar e do solo, que aliados às novas tecnologias e ao desconhecimento mundial da extensão dos danos sociais e ambientais, potencializam a vulnerabilidade e os riscos para os ambientes das cidades, além de gerar problemas de longo prazo.

8º Fórum Mundial da Água

Entre os dias 18 e 23 de março, a água é o centro das discussões em Brasília (DF), sede do Fórum Mundial da Água. Em sua oitava edição, o evento, que é realizado pela primeira vez no Hemisfério Sul, conta com a participação do Ministério da Saúde, juntamente com instituições internacionais, na coordenação dos debates sobre o tópico “Água e Saúde Pública” incluso na temática “Pessoas”.

O evento é um espaço aberto a todos os setores da sociedade e recebe empresas públicas e privadas, universidades, centros de pesquisa, representantes de governos locais, estaduais e nacionais, legisladores, organismos nacionais e internacionais, membros de Comitês de Bacia Hidrográfica, organizações não governamentais (ONGs) e demais representações da sociedade civil.

Devido ao grande público esperado, o 8º Fórum Mundial da Água ocorrerá em dois espaços distintos. O Centro de Convenções Ulysses Guimarães abrigará as sessões temáticas técnicas, políticas e ministeriais do evento, com acesso exclusivo aos inscritos (cerca de 10 mil pessoas) e também a estrutura para a Expo que será o local destinado aos pavilhões das embaixadas dos países. O Estádio Nacional Mané Garrincha, cujo acesso é gratuito, abrigará a Feira com instituições interessadas em apresentar seus produtos e serviços e a Vila Cidadã que abrigará o Fórum Cidadão, onde as pessoas poderão participar de atividades formativas, culturais, interativas, sensoriais e de construção de diálogos voltados para melhorar o uso da água. É um espaço aberto a todos que quiserem participar.

Veja o que você pode fazer para contribuir: 

  • Fique atento a torneiras pingando 

  • No chuveiro:quantos mais rápido o banho, maior a economia 

  • Arejador de água para a torneira 

  • Na hora de lavar a louça: limpe os resíduos antes de abrir a torneira 

  • Ao dar descarga: aperte o botão adequado 

  • Nas residências com piscina: priorize a limpeza em vez de substituição da água 

  • Verifique constantemente a existência de vazamentos 

  • Ao regar as plantas: use o regador em vez da mangueira 

  • Na pia do banheiro:  abriu, usou, fechou. 

Fonte: blogsaude