Escritor parnaibano participa de circuito nacional Arte da Palavra

Com três livros publicados – Uma pedra em cada por enquanto; Dolores (e os remédios pra dormir) e Móveis empoeirados no peito, o mais recente - Ithalo Furtado é um dos novos autores mais lidos do estado.

Sua literatura transcende o livro enquanto objeto artístico e cria um ambiente transmídia, sugerindo novas possibilidades para as histórias em música, audiovisual e fotografia. Aborda temas como a solidão urbana, autoflagelação, transtornos mentais, vícios e a liquidez das relações. Muito influenciado pela filosofia de Camus, Nietzsche e pela literatura de Dostoiévski e Clarice Lispector, Ithalo ainda navega pelo universo da cultura pop, com referências que vão da música aos filmes cults.

Este ano  o escritor, que já havia participado de outra edição do projeto Arte da Palavra, promovido pelo Sesc Piauí, em parceria com o Sesc Departamento Nacional e outros estados, está novamente no circuito, mas desta vez ministrando oficina de escrita criativa nos estados de Pernambuco, Acre, Manaus, Minas Gerais e Roraima. 

Saiba um pouco mais sobre a proposta da oficina “Literatura no ambiente transmídia”

“Literatura não se resume apenas às páginas de um livro”. Partindo desta máxima, a oficina tem a intenção de trazer o conceito de transmídia para uma experimentação prática tendo a literatura como centro, criando outras possibilidades artísticas a partir de uma história. O autor trabalhará em cima do processo de criação de seus últimos trabalhos: Dolores (e os remédios pra dormir) ​e Móveis empoeirados no peito​, dois livros que misturam literatura, cinema, música e fotografia.

Fonte: SESC