Consumidores devem ficar atentos durante a Black Friday

Nesta sexta-feira (16) se iniciam as ofertas da “Black Friday”, período de promoções pré-natalinas mais aguardado pelos consumidores e pelo comércio varejista. Porém, com o grande volume de dinheiro que circula nessa temporada, os consumidores devem ficar atentos aos riscos de golpes.

Veja os alertas:

1 - Consulte as lojas virtuais que aderiram ao “Black Friday Legal 2018”

O Selo Black Friday Legal é concedido pela Câmara Brasileira de Comércio Eletrônico (camara-e.net) e identifica as empresas que aderiram ao Código de Ética da iniciativa, comprometendo-se com as boas práticas do e-commerce, e foram aprovadas no processo de avaliação da entidade. Verifique as empresas participantes clicando aqui.

2 - Procure no site informações básicas sobre o fornecedor

Procure identificar dados como nome empresarial, CNPJ/CPF, endereço físico e eletrônico e outras informações que facilitem o seu contato com o fornecedor, como determina o Decreto nº 7.962/2013, que regulamenta a contratação no comércio eletrônico. Você também pode consultar bancos de dados oficiais, como a Receita Federal.

3 -  Informe-se sobre a reputação da loja em que pretende comprar

É importante que o consumidor verifique a reputação da loja antes de efetuar a compra. Busque informações na internet, experiências de amigos e familiares sobre o modo de atuação da empresa. Pesquise sobre entregas, preços e qualidade dos produtos recebidos.

4 -  Identifique se o site da empresa possui conexões seguras para proteção de seus dados

Antes de inserir qualquer dado pessoal, verifique a presença do “https” no início do endereço eletrônico. Verifique também se, em cima da tela de compra, no browser, há o cadeado ativado indicando que o site é seguro.

5 -  Verifique a presença de certificados de segurança de pagamentos nas transações bancárias realizadas com o fornecedor

Forneça seus dados bancários apenas a sites que possuam certificado de segurança. Evite pagamentos ou compras por meio de computadores de terceiros ou redes Wi-Fi públicas.

6 – Fique atento a e-mails e sites fraudulentos.

Os consumidores devem estar alertas a e-mails não solicitados e links que levam a sites fraudulentos ou a instalação de malware nos computadores ou dispositivos móveis. O malware é um programa de computador destinado a infiltrar-se em um sistema de forma ilícita, com o intuito de causar danos, alterações ou roubo de informações

7 - Consulte a variação de preços dos produtos.

Verifique o preço dos produtos que deseja comprar antes do período da “Black Friday” para que possa avaliar a variação do preço promocional e se os descontos ofertados valem a pena.

8 – E se eu desistir da compra? O Código de Defesa do Consumidor protege você.

O art. 49 do CDC prevê que a pessoa que adquire produto ou serviço fora do estabelecimento comercial pode desistir da compra no prazo de sete dias corridos, a contar da data do recebimento do produto ou assinatura do contrato. Se o consumidor desistir da compra durante esse prazo, os valores eventualmente pagos deverão ser devolvidos.

9 -  Pensar bem antes de efetuar a compra.

É importante que os consumidores façam uma pesquisa de preços, buscando uma boa opção tanto para quem compra como para quem ganha o presente. Outro ponto importante é não comprar por impulso e evitar endividamento excessivo na aquisição de qualquer presente.

10 – Guarde os registros de compra e notas fiscais.

Caso o consumidor necessite comprovar que efetuou uma compra, notas fiscais, e-mais de confirmação, protocolos de atendimento e códigos de localização ajudarão da comprovação da compra.

Fonte: Ministério da Justiça